*Conteúdo de Mentes Desinibidas - Curso de Extensão em Comunicação Verbal - técnicas para superar a timidez
 
Mentes Desinibidas - técnicas para superar a timidez  

Objetivo: preparar pessoas que se manifestem com desenvoltura, segurança, autenticidade, inteligência, empatia, otimismo e originalidade. 
Práticas: reforço da autoestima, autoimagem, controle emocional, percepção do outro, construção de personalidade assertiva, valorização do potencial próprio e do outro.
Ferramentas: técnicas e exercícios teatrais, fundamentos de neuroliguística, neurociência, engenharia reversa, física quântica e muita alegria
Diferencial: método construído da partir da conscientização do funcionamento dos personagens internos. Localizar em si as limitações que impedem que as qualidades se expressem naturalmente; discutir depoimentos de profissionais sobre a raiz da timidez; aperfeiçoar o inter-relacionamento psicossocial, compreendendo bem sua função objetiva em cada circunstância.

Público-alvo: professores, palestrantes, educadores, comunicadores, jornalistas, intelectuais, artistas, influenciadores, pessoas inclusivas em geral e profissionais que atuam  por demanda.
Exercícios das três malas: 1. MALA DAS POSSIBILIDADES (repertório); 2. MALA DAS EMOÇÕES (autocontrole/expressividade); 3. MALA DAS SOLUÇÕES (inteligência aplicada na resolução de dilemas e conflitos).
SOBRE MENTES DESINIBIDAS
Este estudo pretende ser o primeiro método com fundamentos neurocientíficos criado na nuvem - desde o primeiro esboço.
É desenvolvido a partir de depoimentos de pessoas sensíveis, com a técnica tradicional "quando quiser algo, peça". É o que estamos fazendo: pedindo definições sobre algo que todos conhecemos, mas que às vezes faltam palavras adequadas e, pior, deturmam as emoções e boicotam nossas ações
Um projeto sério, mas muito descontraído e criativo, que permite elucubrações, desde que tenham a curiosidade científica. Toda participação é muito bem-vinda.
Direcionado a professores, palestrantes, educadores, comunicadores, jornalistas, artistas, intelectuais, influencers, youtubers, voyeurs, pessoas inclusivas em geral e simpatizantes, e pessoas curiosas que atuam nas novas profissões por demanda, que vêm surgindo cada vez mais frequentemente na web. 
Nossa convição: onde houver processo, haverá inteligência artificial, então é necessário aprimorarmos a desenvoltura da inteligência humana para estarmos mais preparados para esse novo tempo de interação permanente com a tecnologia virtual.
É sistema em processo, portanto, a cada dia aparecerão novas ideias e novos depoimentos. Mas, o importante é que cada participante desenvolva seus mecanismos eficazes para superar a timidez.
Armazenamento: atualizações no link: https:doisdobrasil.com/mentesdesinibidas.php

Onde está a raiz da timidez?
Estamos perguntando para educadores: Onde está a raiz da timidez?
As respostas serão juntadas no estudo: “MENTES DESINIBIDAS”.
O material também será usado como referência no curso:"Elementos Teatrais para Comunicadores - Técnicas para superar a Timidez"
Quem quiser contribuir com mais frases, por favor, envie email para: gutomaia@doisdobrasil.com

 
Segundo pesquisas 50% da população se considera tímida: http://bit.ly/2Hkph6h

PERGUNTA: Onde está a raiz da timidez?

1. “A raiz da timidez está na falta de reforço positivo na infância, mas sobretudo nos 40.000 ‘NÃOS’ que a criança recebe, que causam insegurança e medo de errar!”.
Guto Maia - Educador Especialista Comunicação Teatralizada

2. "
A raiz da timidez está no julgamento. Desde pequenos somos condicionados a atuar dentro de um padrão estabelecido pela sociedade, onde sair desse padrão é errado e assim, aos poucos, vamos deixando de tentar/falar/opinar.
Deivid Miranda - ator, diretor, produtor.

3. "Minha definição de timidez : podem ter alguns fatores, como insegurança, baixa auto estima, mas pode ser uma questão da personalidade de cada um....ex. cantar sozinho pode causar um medo pela timidez mas cantar em grupo não, porque??? Está se expondo da mesma forma".
Beto Romero - Radialista, Economista.

4. "Acredito que a timidez pode ocorrer naturalmente em diversas situações. Pode surgir pelo medo de ser rejeitado, o que leva a insegurança. Pela necessidade de afeto que, quando ocorre, interfere na autoestima. E pelo perfeccionismo, que leva a preocupação de acertar sempre, o que tira a naturalidade das pessoas".
Fernando Roberto Santini - Professor MBA.

5. “Timidez muitas vezes funciona de forma positiva como um regulador do excesso de extroversão... o indivíduo tentando conhecer o meio em que se relaciona... por outro lado, a timidez exagerada levando a introspecção, torna o cotidiano e as ações muito difíceis e pode se tornar patológica. A patologia da timidez excessiva reside nós processos de formação da personalidade nos primeiros anos de vida e o que ocasiona advém de causas variáveis”.
Avani Vanzetto - Psicóloga.

6. "...quando estou em aula, não consigo falar, participar ou perguntar algo para o professor: a minha garganta trava, sinto insegurança minha voz não sai.... não gosto que as pessoas me olhem quando alguém me pergunta algo em público..."
Tânia Loricchio - Psicóloga Neurolinguística.

7. "A timidez é mais uma face da "impotência aprendida". Terrível prática exercida, na grande maioria das vezes de maneira inconsciente, pelos adultos sobre a criança em formação. Esta criança aprende a se sentir errada e inadequada. Assim , logo aprende que é melhor calar e guardar para sí suas idéias e seus sentimentos. Timidez".
Cristina Sampaio - Fotógrafa, Artista Plástica

8. "Timidez é o resultado de alguns fatores negligenciados na infância que acabam causando falhas na autoestima do indivíduo".
Rossana Rosengarten - Cantora, Reflexologista Podal.

9. "Timidez está atrelada a um sentimento de inferioridade, que surgiu na infância. Penso isso, mas pode ter outras causas".
Geny Marques Rodrigues - Especialista em Educação especial DV (Deficiência Visual).

10. "A raiz da timidez em primeiro lugar é a falta de afeto e interesse pelo outro. A criança sente quando é valorizada pela atenção e carinho que recebe desde cedo. Isso faz com que ela se sinta importante e confiante de si".
Rosemeire Silvestre - Professora Português e Psicopedagoga de Adultos.

11. "A origem da timidez pode ser a consequência por ter uma infância reprimida. E também pode ter vários fatores que contribuem como genética, cultura, personalidade que se manifestam como medo, medo de errar, de se arriscar, gerando insegurança e consequentemente timidez".
Manina Honda - Atriz e Hair Stylist.

12. "A raiz pode ser neurológica... genética... traço de personalidade... contexto ... São tantas variáveis... então importante criar estratégias pra lidar com a timidez e não perder oportunidades!!!"
Doba Tregier - Psicóloga.

13. "Uma raiz da timidez é o medo de errar. Quando um erro da criança provoca reações negativas e intensas nos adultos, a criança pode se proteger sendo tímida e não se permitindo errar , isolando-se muitas vezes. A criança deve receber o apoio dos pais para encarar positivamente os erros e aprender com eles. Para vencer a timidez é preciso desenvolver a coragem de "ser você mesmo".
Mariza Taguada - Educadora Inclusão e Focalizadora Danças Circulares.

14. "Acreditava ser uma pessoa extramamente tímida (fraca). Hoje sei que a timidez está relacionada ao medo de errar, fracassar e a falta de fé em Deus. Hoje está com medo, vai com medo e tudo. Timidez é o resultado da falta de fé em Deus. Eu estou quase liberta."
Regina Ramalho - Fornalista, Diretora de Comunicação.

15. "A raiz da timidez no meu ponto de vista está na auto estima que muitas vezes se perpetua no indivíduo desde a sua infância".
Simone Urbano - Fashionista, Influenciadora.

16. "Na minha percepção, a timidez vem de como somos aceitos em nosso primeiro convívio escolar, se fomos vítimas de rejeição por parte de alguns educadores começamos a nos sentir envergonhados (as) e vamos nos fechando e preferimos nos calar para não sermos atingidos e nos sentirmos inferiores até mesmo incapazes de nos expressar. Falo isto porque foi o que aconteceu na minha infância. Hoje trabalhei esta questão, mais foi difícil apagar da minha memória. Bjs e sucesso em seu trabalho". 
Maria Cecilia Rutter Amado - Assistente Social Secretaria da Justiça de São Paulo.

17. "A timidez na perspectiva psicológica analítica".
Este estudo teve como objetivo fazer uma revisão da literatura sobre a timidez na perspectiva da psicologia analítica. Nesse processo, constatou se que o tema e pouco explorado na literatura jungiana. Adotou-se como concepção de timidez a caracteristica da personalidade que e marcada pelo medo ou receio das situações sociais e dos outros, principalmente. 
IBICT Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia. 
"Embaraço,humilhação e transparência psíquica: o tímido e sua dependência do olhar".
Pretende discutir os impasses experimentados pelo sujeito caracterizado como tímido na sua relação com o olhar.
AGORA (RIO) Publicado em 2014/08
Heloisa de Bernadi - Empresária

18. "Timidez tem mais a ver com desconforto e ansiedade em situações que envolvem interação social. Da mesma forma, uma pessoa extrovertida pode procurar a companhia de outras pessoas, mas se sentir inseguro ou desconfortável em grupos"
Luma Rosa - Escritora, Livreira, Blogueira

Os nossos personagens internos têm que se divertir.

Abaixo, apenas uma referência... como criar um discurso interno convincente...
 



Determinar a emoção que a pláteia deve sentir é uma técnica.

Porque ao palhaço tudo é permitido. 
Técnicas de liberdade interior
.
Imagens de dois cérebros infantis mostram a diferença que o amor dos pais faz


O cérebro da criança amada (esq.) é maior e mais uniforme que o da criança negligenciada (dir.); 
as áreas escuras, mais intensas no cérebro da direita, são como espaços vazios
Leia mais...
 

Mentes Desinibidas - técnicas para superar a timidez
Prof. Guto Maia José Augusto Maia Baptista
Especialista em Comunicação Teatralizada na Passadori Educação e Comunicação
Membro do Conselho Consultivo na ACSP (Associação Comercial de São Paulo
    
www.doisdobrasil.com