ROTEIRO

           

 “O DODÓI DA GIGI”, peça musical infanto-juvenil 
CONTEÚDO MULTIMIDIA
Vejam abaixo, fotos e vídeos do que foi o nosso processo de trabalho.
Venham conosco. Garantimos fortes emoções!!!
Abraço a todos.
Cia Teatral "O DODÓI DA GIGI"

FOTOS
ÁLBUNS
ÁLBUM 34 - Biblioteca Parque Villa-Lobos -https://goo.gl/zMIUjh
ALBUM 33 - Biblioteca Parque Villa-Lobos - 20 ago 16 -https://goo.gl/B6Xa4Z
ÁLBUM 32 - Biblioteca Parque Villa-Lobos - 16 ago 16 - 
https://goo.gl/6Qdiza
ÁLBUM 31 - Gigi passeia com a Suia em Moscow - 07 ago 16 - 
https://goo.gl/oCfJMc
ÁLBUM 30 - Casa Hope - 12 ago 16 - https://goo.gl/ToiXlO
ÁLBUM 29 - Biblioteca São Paulo - 07 ago 16 -https://goo.gl/tMas7G
ÁLBUM 28 - Sest Senat Rio Claro - 5 ago 16 -https://goo.gl/wNe2Io
ÁLBUM 27 - Biblioteca Álvares de Azevedo Portugal-Brasil - 2 -6 jul - https://goo.gl/V1Nlkq
ÁLBUM 26 - Making Of Suia Legaspe Portugal-Brasil - 31 jlu - https://goo.gl/YZlXnL
ÁLBUM 25 - Biblioteca Álvares de Azevedo - Montagem 26 jul - http://bit.ly/2aopBPo
ÁLBUM 24 - Alunos do NEED na Biblioteca Monteiro Lobato 5 jun - https://goo.gl/RMdvii
ÁLBUM 23 - O Dodói da Gigi em palestra no Hospital Albert Einstein - 12 jul - http://bit.ly/29Dwz0d
ÁLBUM 22 - Criado pela Biblioteca Narbal Fontes - 08 jul -http://bit.ly/29ERaDl
ÁLBUM 21 - Biblioteca Narbal Fontes - 08 jul -http://bit.ly/29ofwj2
ÁLBUM 20 - Gigi no quintal do Castelo Narbal Fontes - 08 jul - http://bit.ly/29zID7u
ÁLBUM 19 - Reapresentação Biblioteca Monteiro Lobato - 03 jul - http://bit.ly/29fVPvR
ÁLBUM 18 - Secretaria de Educação de Franco da Rocha - 17 jun - http://bit.ly/28NGO5v
ÁLBUM 17 - Teatro Zanoni Ferrite - 11 e 12 jun -http://bit.ly/24OrA1T
ÁLBUM 16 - Biblioteca Monteiro Lobato - 05 jul -http://bit.ly/1WFDpb6
ÁLBUM 15 - ESTREIA Teatro Carlos Zara - CEU Butantã - 14 jul - http://bit.ly/1U6oLDt
ÁLBUM 14 - Teatro Carlos Zara - CEU Butantã - 14 jul -http://bit.ly/1U2orrU
ÁLBUM 13 - Livraria Panapaná - 06 mai - http://bit.ly/1Ttypj1
ÁLBUM 12 - Apresentação GRAACC 27 abr -http://bit.ly/1VG0Dxo
ÁLBUM 11 - Livraria Panapaná - http://bit.ly/1UBjvKQ
ÁLBUM 10 - Livraria Panapaná - 26 abr - http://bit.ly/244Fqlz
ÁLBUM 9 - Livraria Panapaná - 22 abr -http://bit.ly/1SnHyNT
ÁLBUM 8 - Livraria Panapaná - 20 abr - http://bit.ly/22Qif8z
ÁLBUM 7 - Signus Editora - 17 abr - Aniversário Suia e Yoo -http://bit.ly/21QYe2K
ÁLBUM 6 - Museu do Ipiranga. - 14 abr - http://bit.ly/1T1lIfm
ÁLBUM 5 - Livraria Panapaná - 13 abr -http://bit.ly/1VmKCfH
ÁLBUM 4 - Livraria Panapaná - 30 mar -http://bit.ly/23LwiSM
ÁLBUM 3 - Casa Suia - 25 mar - http://bit.ly/1Np008K
ÁLBUM 2 - Centro Cultural São Paulo - 23 abr -http://bit.ly/1Yj0ZrJ
ÁLBUM 1 - Centro Esportivo Clube Tietê - 19 mar -http://bit.ly/1OdpLJf

Imagens Web: 
http://bit.ly/1RvaPRN

VÍDEOS
VÍDEOS
VÍDEO 24 - O Dodói da Gigi: Internação no Parque Villa-Lobos - http://goo.gl/DXNKNL
VÍDEO 23 - O Dodói da Gigi: Abertura na Biblioteca do Parque Villa-Lobos - http://goo.gl/SLBD9M
VÍDEO 22 - O Dodói da Gigi: O Mosquito -http://goo.gl/4hU0v5
VÍDEO 21. "O Dodoi da Gigi": Biblioteca Álvares de Azevedo 31 jul 16: 
https://goo.gl/zUh8l9 
VÍDEO 20. "O Dodói da Gigi":: Portugal-Brasil - 31 / jul 2016:https://goo.gl/kzvhOU
VÍDEO 19 - O Dodói da Gigi na Europa:https://goo.gl/7x0uhB
VÍDEO 18 - Palestra Hospital Albert Einstein:http://bit.ly/2a93JWO
VÍDEO 17 - Biblioteca Narbal Fontes: http://bit.ly/29wVub7
VÍDEO 16 - NARRAÇÃO E MÚSICAS: http://bit.ly/29DOS6Z
VÍDEO 15 - O Dodói da Gigi: "ATCHIM, COF, COF", em Franco da Rocha - http://bit.ly/28V6wpA
VÍDEO 14 - O Dodoi da Gigi: "ATCHIM, COF, COF", Projeto Mais Educação - http://bit.ly/28SC905
VÍDEO 13 - Vídeo-fotos GRAACC e ensaios:http://bit.ly/247yjn2
VÍDEO 12 - Vídeo-fotos ESTRÉIA: http://bit.ly/1W8EEzk
VÍDEO 11 - INTERNAÇÃO e A PRIMEIRA NOITE - Biblioteca Monteiro Lobato 05jun16 - http://bit.ly/1UPRqwP
VÍDEO 10 - A FADA e PEZICO & PEZACO - Biblioteca Monteiro Lobato - 5jun16 - http://bit.ly/1UgUWDa
VÍDEO 9 - O DODÓI SUMIU - Teatro Zanoni Ferrite - 11 e 12 jun 16 - http://bit.ly/1ZMJb91
VÍDEO 8 - PEZICO & PEZACO - Teatro Zanoni Ferrite - 11 e 12 jun 16 - http://bit.ly/1UMHrLu
VÍDEO 7 - QUANDO SERÁ? - Teatro Zanoni Ferrite - 12 jun 16 - http://bit.ly/1XTrtng
VÍDEO 6 - SAUDADE - Teatro Zanoni Ferrite - 12 jun 16 -http://bit.ly/1UwxdMI
VÍDEO 5 - PIMENTÃO - Teatro Zanoni Ferrite - 12 jun 16 -http://bit.ly/1S6fPfL
VÍDEO 4 - INTERNAÇÃO - Teatro Zanoni Ferrite - 12 jun 16 -http://bit.ly/1WNCdT4
VÍDEO 3 - A PRIMEIRA NOITE - Teatro Zanoni Ferrite – 12 jun 16 - http://bit.ly/1Q4rJg5
VÍDEO 2 - GUERRA BLASTOS VS LEOCÓCITOS - Teatro Zanoni Ferrite – 12 jun 16 - http://bit.ly/1ttmDQV
VÍDEO 1 - ATCHIM, COF, COF - Biblioteca Monteiro Lobato – 05jun16 - http://bit.ly/1sx5fd8

Canal YouTube:
 "O DODÓI DA GIGI": 
http://bit.ly/21s9DoZ

Playlist Todos Vídeos:http://bit.ly/29XBGgr
 


MIDIA
Pesquisa Google:
https://goo.gl/pAZQqT
Digestivo Cultural: http://goo.gl/bPf6to
Dica de Teatro: http://goo.gl/aRHW0X
Digestivo Cultural: http://goo.gl/zcq5WM
Instituto Pinheiro: http://goo.gl/nHYJ0N
Guia da Semana: http://goo.gl/SQ8yyS
Sampa Online: http://goo.gl/4kMA1d  
Dica da Diversão:http://goo.gl/ONs3we
Pinterest: 
https://goo.gl/xifQl4 Revista In: http://bit.ly/1TDcEye
Nordeste News: http://bit.ly/29DL34h
Eventer Bee: 
http://bit.ly/29LGKAR  
Rede Press: 
http://bit.ly/1WPVLpE
MP3 vídeo: 
http://bit.ly/29fTCh8  
Music Harmonia:
http://bit.ly/29g75tE  
Áudio das músicas e da narração:
http://bit.ly/29rDvB0  
Twitter RP: 
http://bit.ly/1U9Eu4o
Entrevista Exclusiva.com: 
http://bit.ly/1qMz7Re
Canal do Nicolau:
http://bit.ly/1U9Dgq1
Mãetopia: 
http://bit.ly/29gXE9G  
Vídeo-fotos da ESTREIA: 
http://bit.ly/1W8EEzk 
Vídeo-fotos GRAACC e Ensaios Livraria Panapaná: 
http://bit.ly/247yjn2
Ficha Técnica e Links do Projeto:
http://bit.ly/1qwQJRj

Midia Web: 
http://bit.ly/1qwQJRj

LINKS
SOBRE A PEÇA: http://bit.ly/25eBWLj
LIVRO: http://bit.ly/22YdLlF
MÚSICAS DA PEÇA: https://goo.gl/vNXEJ6
NARRAÇÃO E MÚSICAS: http://bit.ly/29DOS6Z
ROTEIRO DE CENAS: http://bit.ly/1TqwccL
PROAC, apoio GRAACC: http://bit.ly/1PN5S5R
WEB: https://goo.gl/1fMrni
FACEBOOK 1: http://bit.ly/1R4mXtS
FACEBOOK 2: http://bit.ly/1SIaDCc
VÍDEOS YOUTUBE: http://bit.ly/29XBGgr
PLAYLIST VÍDEOS: http://bit.ly/29woO09

"O Dodói da Gigi"
Espetáculo infanto-juvenil com trilha musical alegre e empolgante, que busca de maneira lúdica, fazer com que crianças e adultos 
possam encarar situações de tratamento de saúde de maneira mais tranquila.

Texto: Francisco Alves | Direção Geral: Guto Maia | Músicas: Renato Lemos
Elenco: Suia Legaspe, Luci Savassa, Paulo Pompéia, Rafael Souza, Cris Cais, Jorge Yoo, Guto Maia. 
Contra-regra: Isabela Delambert. Iluminação/som: Rodrigo Victor.

Realização: Signus Serviços Culturais.
Apoio: PROAC (Programa de apoio à Cultura) da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo / Prefeitura do Município de São Paulo




Tudo sobre a peça: http://goo.gl/wfmxoQ

MÚSICAS DA PEÇA: https://goo.gl/vNXEJ6

“O Dodói da Gigi”, peça musical infanto-juvenil,
De: Francisco Alves; Direção: Guto Maia; Músicas: Renato Lemos
Sucesso curativo por curativo. A alegria é curativa.

Apresentam:

"O DODÓI DA GIGI"

Para crianças de "10 anos" de todas as idades
Desmistificando os medos das doenças, hospitais e outros "ais"..

Espetáculo infanto-juvenil com trilha musical alegre e empolgante, que busca de maneira lúdica, fazer com que crianças e adultos possam encarar situações de tratamento de saúde de maneira mais tranquila.

 De: Francisco Alves  |  Direção Geral: Guto Maia  |  Músicas: Renato Lemos

Elenco: Suia Legaspe, Luci Savassa, Paulo Pompéia, Rafael Souza, Cris Cais, Jorge Yoo, Guto Maia. 
Contra-regra: Isabela DelambertIluminação/som: Rodrigo Victor.
  

O Dodói da Gigi, em outrubro!!!

Dodói da Gigi

 

PRÓXIMAS APRESENTAÇÕES:
Dia 19/10, DUAS SESSÕES: 10 hs e 14 hs
Biblioteca Biblioteca Pública Álvares de Azevedo
Praça Joaquim José da Nova, S/n - Vila Maria, São Paulo - SP 
Fone: (11) 2954-2813
COMO CHEGAR: https://goo.gl/Uc5Jhq

Dia 21/10, 10h30, sexta
Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato
Rua General Jardim, 485
Vila Buarque - 01223-011 - São Paulo, SP
COMO CHEGAR: http://bit.ly/28VkYi9 

#ododoidagigi#dodoidagigi#bibliotecahanschristianandersen #bibliotecaalvaresdeazevedo #bibliotecamonteirolobato
#franciscoalves #gutomaia #renatolemos #suialegaspe #paulopompeia #rafaelsouza #criscais #jorgeyoo #rodrigovictor #isabeladelambert
#graac #teatrocarloszara #ceubutanta #teatrozanoniferrite #secretariadeeducaodefrancodarocha #bibliotecanarbalfontes #bibliotecasaopaulo #bibliotecaparquevillalobos

:
 
 

ROTEIRO DE CENAS (em processo)

O Dodói da Gigi

Peça musical infanto-juvenil

Personagens:

1. Narradora - SUIA
2. Maestro Bufão - GUTO
3. Coro dos Amigos da GIGI (público)
4. GIGI - LUCI
5. Pai - RAFAEL
6. Mãe - CRIS
7. Médico - POMPÉIA
8. Músico - YOO

CENA I -  (Música 1: “O Dodói da Gigi”)

Ambiente de playground com muitas brincadeiras e brinquedos. Muita alegria, dança e grande movimentação de todos cantando “O Dodói da Gigi

Com as cortinas ainda baixadas, começa a tocar em playback a canção “O Dodói da Gigi”.

LETRA:

“Doi, dói, dodoi, ai

O dodoi da Gigi

doi aqui, ali, acolá, (bis)

que ela se esgoela

de tanto chorar...”


Em um canto do palco estão os músicos e no outro a narradora.

Ao se abrirem as cortinas, Gigi entra no palco, andando de velocípede, fazendo manobras e trejeitos.

NARRADORA: Vocês sabiam que a Gigi ficou Dodói?

(CORO dos Amigos da GIGI): Não diga... Coitadinha dela. E como foi?

NARRADORA: Foi assim, ó: a Gigi estava muito bem, toda alegre e serelepe, mas de um dia para o outro começou a ficar fraquinha, que dava dó.

(A Gigi, que estava pedalando forte no velocípede, começa a desacelerar, vai tendo dificuldade de continuar, até que pára, com o linguão de fora. Desaba sobre o guidão do velocípede). 

mãe da Gigi entra no palco e fica assustada com o estado da filha (tudo gestual).

NARRADORA: A Gigi não tinha mais vontade de comer, vivia espirrando, com febre, e o nariz dela, coitada, parecia uma torneira, de tanto que escorria. Mal limpava com o lenço, escorria de novo. Era uma coisa de louco.

(A narração é acompanhada por gestos da mãe e da Gigi: a mãe oferecendo comida e ela recusando, a Gigi espirrando forte, um em seguida do outro, e o nariz escorrendo – usar aquelas melecas, para exagerar).

 -------------------------------Fim da cena 1-----------------------------

CENA II  (Música 2 – "Atchim")

Grupo canta com a coreografia:

 “Atchim, cof, cof, atchim, cof, cof

atchim, atchim, atchim, cof, cof

Não sei porque que a Gigi tá assim

Ela espirra, ela tosse, ela espirra, atchim!

Ela tosse, ela espirra, ela tosse, cof, cof, cof

Por que a Gigi tá assim? Até parece um guaxinim”


NARRADORA:
 No começo, os pais da Gigi pensavam que era só um resfriado, por causa do frio e da poluição, coisa à toa. Mas ela tomava xarope, fazia inalação, e nada de ficar boa. Pra complicar, um dia um bichinho picou o dedo da Gigi.

(A narração vai sendo acompanhada por cenas da mãe da Gigi dando xarope em uma colher gigante, aplicando inalação e um inseto gigante picando o dedo da menina).

  -------------------------------Fim da cena 2---------------------------- 

CENA III (Música 3– “Pimentão”)

Gigi canta (em playback):

“Um dia um bicho picou o meu dedão.

Ele ficou vermelho, parecia um pimentão.

Ele doía demais, me deu um baita febrão,

Coitado do meu dedão. Será que um dia ele vai sarar? Será? Será?

Ai, ai, ai, esse dedão! Ai, ai, ai, como dói!

Será que tenho de ir até o cirurgião? Será que ele terá que fazer uma punção? Que tá doendo demais, me deu  um baita febrão. Coitado do meu dedão. Será que um dia ele vai sarar?

Será? Será?” 

(Durante a música, entra em cena um cirurgião com um bisturi gigante, perseguindo um ator ou atriz carregando um dedo também gigante, todo vermelho. É um jogo de perseguição. Explorar a maneira como o dedo dribla o cirurgião).

Cenário de consultório de pediatra, com brinquedinhos na recepção. 

(CORO DOS AMIGOS DA GIGI): E o que a Gigi fez?

NARRADORA: Ela não fez nada, porque ainda é muito pequenininha. Mas os pais da Gigi foram procurar o pediatra, que mandou tomar um monte de remédio: antibiótico, comprimido pra febre, mais xarope...

(O pediatra entrega uma receita gigante com um monte de nome de remédio escrito. A mãe da Gigi dá mais xarope na colher gigante)

NARRADORA: Mas quem disse que a Gigi melhorava? Ficou foi pior. A febre foi subindo, subindo, o dedão inchando, inchando, até que parecia uma melancia.

(Usando um termômetro gigante, a mãe mede a febre da Gigi. O termômetro marca perti de 100 graus. Um balão vermelho, em forma de dedo, vai sendo inflado, até quase rebentar).


NARRADORA: Aí, resolveram levar a Gigi ao pronto-socorro. O problema é que ela se pelava de medo de ir pro hospital.

(Ao som de sirenes de ambulância, a mãe e o pai da Gigi começa a perseguí-la, tentando pegá-la e ela vai escapulindo. Na perseguição, os pais levam tombos).

-------------------------------Fim da cena 3------------------------------ 


CENA IV 
(Música 4 – “Medo”)

(Correria para pegar a Gigi)

Gigi canta, em playback:

“Quando minha mãe me chama pra ir ao pronto-socorro,

eu corro, eu corro, eu corro, eu corro.

É que eu fico assustada, fico toda arrepiada, porque morro de medo, morro de medo, morro de...

Quando minha mãe me chama pra ir ao pronto-socorro, eu corro, eu corro, eu corro, eu corro.

Lembro logo de injeção, do meu braço, da pressão e eu morro de medo, morro, morr0, de... medo”

 

NARRADORA: Mesmo assim a Gigi foi ao pronto-socorro. Meio ressabiada, choramingando, mas foi. Quando chegou lá, primeiro um médico colocou um termômetro e abriu um baita olhão. A febre da Gigi estava nas alturas. Depois o médico examinou, escutou o coração, pediu pra abrir o bocão, mostrar o linguão, fazer AHH! E viu que a Gigi não estava nada boa.

 (Ambiente de pronto-socorro, com painéis mostrando números de senha, sala de espera da pediatria etc. Um médico coloca um estetoscópio gigante no peito da Gigi, pega um palito também gigante e uma lanterna daquelas bem grandes para ver sua garganta).

MÉDICO - Mãe, teremos que tirar uma radiografia...e fazer um HEMOGRAMA.

(No cenário, colocar alguma geringonça que pareça uma máquina de radiografia. Na frente da Gigi, um painel com um esqueleto desenhado. Por também um cartaz grande com a palavra HEMOGRAMA).

 (ENFERMEIRO ENTRA EM CENA COM MÁQUINA DE RADIOGRAFIA)

NARRADORA: Fazer a radiografia até que foi moleza, porque tirar foto não dói nada. Mas pro exame de sangue.. ai, ai, ai. Você não sabe como foi ruim. Veio um enfermeiro, com uma agulha que tinha um caninho pendurado e furou o braço da Gigi. Ah, ela chorou, gritou, esperneou. O problema é que furaram o braço dela várias vezes, até achar a bendita veia pra tirar o sangue. 

(Enfermeiro com uma seringa gigante, tubos também gigante, tenta furar o braço da Gigi, que grita e chora o mais alto possível, escondendo o braço para que a enfermeira não fure. Exagerar).

NARRADORA: Fizeram o exame de sangue e quando chegou o resultado o médico fez uma careta bem esquisita. A mãe da Gigi ficou sumamente preocupada.

MÉDICO - Os soldadinhos que fazem a defesa do corpo da Gigi estão muito fracos.

NARRADORA: Na verdade, ele falou foi um palavrão:

MÉDICO - A sua filha está NEUTROPÊNICA.

(CORO DOS AMIGOS DA GIGI):  Neutro o quê?

MÉDICO: Neutropênica!

(CORO DOS AMIGOS DA GIGI): E o que é isso?

MÉDICO - É assim: no sangue da gente tem uns elementos chamados neutrófilos, que fazem a nossa defesa. Quer dizer: impedem que a gente pegue algumas doenças. Quando a gente está com poucos neutrófilos, fica neutropênica. 

(MÍMICA: NEUTROPÊMICA!!!

NARRADORA: A mãe da Gigi, que já estava nervosa, ficou mais ainda. A pressão dela também foi prás alturas e ela teve que tomar remédio pra ficar mais calminha.

(A mãe da Gigi tem um desmaio, sendo atendida pela enfermeira, que lhe dá um litro de remédio) 

NARRADORA: Como a Gigi estava mal, quem disse que ela podia ir logo pra casa? Teve que ficar no hospital, internada.

 -------------------------------Fim da cena 4-----------------------------

CENA V (Música V – “Internação”)

Músicos e Coro:

“A Gigi ficou mal, foi parar no hospital,

mas ganhou um avental e um quarto legal

Da família um carinho especial

Muita força, energia e alto astral

E a Gigi encantou todo o hospital

que afinal, até que não era tão mau”. 

(Enfermeira mostra pra Gigi uma placa grande escrito INTERNADA e veste nela um avental típico de paciente em hospital. O pai da Gigi a pega no colo e abraça, consolando).

Narradora: Ainda bem que naquela primeira noite no hospital o pai da Gigi ficou com ela, abraçando e carregando no colo. A mãe da Gigi foi em casa, buscar as roupas e avisar os irmãos, porque ninguém sabia que ela ia ficar no hospital, né?

 -------------------------------Fim da cena 5-----------------------------

CENA VI  (Música 6 – “A Primeira Noite")

Músicos e Coro:

“A primeira noite no hospital não foi nada normal

a Gigi não ficou muito legal

Tinha uns aparelhos esquisitos com zumbidos e luzinhas estranhos

Pareciam uma nave espacial

A primeira noite no hospital não foi nada normal

A Gigi não ficou muito legal

Médicos e enfermeiras sorrateiras

Entravam e saíam a toda hora

E como estavam de verde pareciam marcianos

A primeira noite no hospital não foi nada normal

A Gigi não ficou muito legal

Era um tal de medir temperatura

Era um tal de acordar pra dar remédio

Era um tal de trocar roupa de cama e tudo o mais

A primeira noite no hospital não foi nada normal

A Gigi não ficou muito legal”.

(AMBIENTE MARCIANO. HOMENS E MULHERES DE VERDE PRA LÁ E PRA CÁ)

(Reproduzir UTI de hospital, mas com todos os aparelhos superdimensionados. A Gigi deve estar na cama e a todo momento entram e saem enfermeiras vestidas de verde, trocam a roupa de cama, medem temperatura com o termômetro gigante e dão remédio. O médico também entra e sai, pega no braço, examina, faz cara de preocupado etc)

NARRADORA: No outro dia, tiraram o sangue da Gigi de novo. Só que agora da perna, porque o braço não tinha mais onde furar. E colocaram um tubinho que chamara de catéter, que é pra ficar mais fácil de tirar o sangue e dar o remédio.

(Gigi na cama. A enfermeira, com um catéter gigante, tentar furar sua perna e coloca o catéter)

NARRADORA: Fizeram mais um monte de exames e chamaram um outro médico pra ver os exames da Gigi: um hematologista.

(ENTRA MÉDICO VAMPIRO)

No final da performance:

(CORO DOS AMIGOS DA GIGI):   É um vampiro?

HEMATOLOGISTA: Não!!! Eu não sou um vampiro! É assim, ó: 
Para cada parte do nosso corpo existe um médico que sabe mais e eles têm um nome diferente. O Hematologista é quem cuida das doenças do sangue.

 Depois, o MÉDICO Dr. Popô chama a mãe e o pai dela. Ele pede para ela sentar)

Eu tenho uma notícia boa e outra ruim. Qual a senhora quer primeiro, a ruim, ou a boa.

Mãe da Gigi: Humm.... a ruim.

MÉDICO: A notícia ruim é que a Gigi está com LEUCEMIA LINFÓIDE AGUDA, que a gente chama de LLA

(A mãe da Gigi, com a cara assustada, começa a chorar. Aos poucos, se recompõe e pergunta ao médico:)

MÃE DA GIGI: E a notícia boa, qual é?

MÉDICO: A notícia boa é que a Gigi vai tirar de letra. Ela vai sarar.

(FESTA DO MÉDICOS E ENFERMEIROS EM VOLTA DA GIGI) 

NARRADORA: A Gigi não entendeu muito daquilo, mas pela cara que os pais dela fizeram, percebeu que ia ter que ficar muito tempo no hospital. Ia ter que ficar longe de casa, dos brinquedos, dos amigos da escola...

Narradora: Mas ficar no hospital teve um lado bom. A Gigi fez novos amigos. As enfermeiras, os médicos, as moças da copa, da limpeza...Todo mundo era Gigi pra cá, gigi pra lá.

(Enfermeiras e médico fazem festa para a Gigi, brincando com ela em torno da cama) 

NARRADORA: Aos poucos, a Gigi foi ficando menos triste e viu que o hospital não era tão ruim assim. Ela escreveu aos seus amigos da escola, dizendo que tinha saudades.

(Sentada na cama, a Gigi, com cara triste, abraça a mãe. No palco, cartazes e bonecos representando cenas de casa, da escola, dos amigos)

CENA VII -  (Música 7: “Saudade”)

Músicos e Coro:

“Tou com saudade do Teo

tou com saudade do Leo

Tou com saudade do Teo, do Leo

Tou com saudade de tudo” 

NARRADORA: A Gigi pensava que ia ficar só uns dias no hospital.

(Gigi na cama, sentada, escrevendo. Um cartaz grande, reproduz o que estaria escrevendo)

(Atores levam bexigas com palavras para a platéia). 

NARRADORA: Os médicos explicaram para os pais dela que a tal LLA é uma doença que demora muito pra curar

(No palco, o médico gesticula para os pais da Gigi e aponta para uma ampulheta gigante)

MÉDICO:  A doença é assim: uns sujeitinhos malvados, chamados Blastos, começam a nascer dentro da gente. Eles nascem aos montes, e crescem bem rápido. E os soldadinhos que estão no nosso sangue, chamados Leucócitos, vão diminuindo. Tem alguns Leucócitos que se chamam Neutrófilos (já falamos deles, lembram?). São eles que nos defendem dos bichinhos que causam as doenças. Se não tratar, o corpo fica sem defesa e a gente pode até morrer.

(GUERRA DOS TIMBRES MUSICAIS. BLASTOS X LEUCÓCITOS)

GIGI: pra matar os blastos, os médicos dão uns remédios pra gente. É uma coisa que eles chamam de Quimioterapia. 

E todo dia eles tiram sangue da gente, para ver como estão os soldadinhos.

NARRADORA: Pra ficar mais fácil tirar sangue e dar os remédios, eles trocam o tubinho, o catéter, por um outro, que é uma bolinha de silicone e fica dentro da gente um tempão. É como se fosse um botão, que eles colocam no peito da gente, só que por dentro. Fica parecendo assim, quando a gente faz um galo na testa. Pra colocar o catéter a gente tem que ir para um lugar chamado centro cirúrgico.

(Gigi é levada na maca para o centro cirúrgico, onde tem uma doutora esperando, com uma máscara de inalação na mão).

(ENTRA FADA)

GIGI: Lá tem uma doutora que coloca uma máscara na gente pra gente dormir e não sentir nada. Eu acho que essa doutora é uma fada, porque quando ela coloca a máscara pra gente dormir, ela deixa a gente sonhar coisas muito bonitas.

(Gigi deitada na cama, adormecida. Por trás dela flutuam cartazes com pinturas de anjos e fadas) 

NARRADORA: Tomar os remédios pelo cateter não é muito ruim. O problema é que os remédios atacam os blastos, mas também os nossos soldadinhos. E deixam a gente muito fraca. 

GIGI: Dá dor de barriga, o cabelo cai e a gente fica careca, nasce feridinha na boca... é horrível!


(Gigi, na cama, se contorce de dor. Seu cabelo (usar uma peruca com uma touca por baixo, vai caindo, aos poucos)

(QUEDA DO CABELO) 

NARRADORA:  O ruim é que, como a Gigi fica sem defesa, ela não podia ter contato com outras pessoas. Ela não podia ir brincar com as outras crianças na brinquedoteca do hospital, que é muito legal. 

A sorte é que a mãe da Gigi trouxe de casa um monte de brinquedo e papel para desenhar, e um montão de estorinhas.

(Mãe da Gigi faz desenhos com ela e lhe dá brinquedos)

(CONTADORA DE ESTÓRIAS)

(Um dos atores, vestido normalmente, conta uma estória – bem curtinha -

em voz alta)

PAI - Assim o tempo foi passando e a Gigi já estava se acostumando com aquela vidinha de hospital. Continuava com saudade de casa, dos amigos, da escola, mas era menos, porque já tinha feito amizade com os médicos, enfermeiras, psicólogas, fisioterapeutas, nutricionistas e brinquedistas, muita gente que cuida das crianças no hospital. Da primeira vez ela ficou internada mais de um mês. Um tempão. Todos os dias os médicos faziam exame de sangue da Gigi, pra ver se ela tinha melhorado e podia ir pra casa. Mas sempre o exame mostrava que o sangue estava com poucos soldadinhos.

(Um cavalete com um calendário gigante, as folhas do calendário vão sendo tiradas e deixadas cair. Médico e enfermeiras novamente brincam em torno da Gigi. Uma enfermeira tira sangue, sai e volta, fazendo sinal de negativo)

  -------------------------------Fim da cena 7----------------------------

CENA VIII  (Música 8 – “Quando Será?”)

Músicos:

“Quando será? Quando será?

Quando vai chegar a hora?

Quando será? Quando será?

Quando vou poder ir embora?

Lá em casa voltar a brincar

Tudo que eu amo tá lá

O papai, a mamãe, meus irmãos,

Tudo vai me ajudar

Eu vou melhorar

Custe o que custar

Eu vou me curar!

Quando será?”

Médico: Trago boas notícias!!!

(MÉDICO entra com papel na mão, fazendo sinal de positivo. A Gigi salta da cama e sai gritando:

Gigi: Eu vou pra casa!

Narradora: Na hora de ir pra casa, tinha tanta coisa pra carregar que parecia até uma mudança.

(Entram os pais da Gigi e começam a carregar um monte de caixas)

PAI: A Gigi já estava boa. Mas ainda tinha que voltar outras vezes pro hospital, porque o tratamento demora. Os soldadinhos ainda não estavam cem por cento e ela tinha que continuar se cuidando. Ainda não podia voltar pra escola, nem brincar com os amigos. Mas das outras vezes que a Gigi voltou pro hospital foi mais tranquilo, porque ela já não morria de medo. E tinha seus amigos lá, e lembrava o nome de todos. 

Ela não chorava como antes. Voltou várias vezes pro hospital e sempre que voltava pra casa era uma grande alegria. Agora, a Gigi volta toda semana, mas não fica internada. Vai só ao ambulatório, pra tirar um pouquinho de sangue e tomar os remédios. Lá ela também já fez muitos amigos, porque Gigi sempre foi uma criança com vontade de aprender coisas novas, e gostava muito de conversar. 

NARRADORA: Outra coisa boa é que ela já pode ir pra escola, como seus irmãos, já pode brincar, já pode correr,  já pode cantar, pode nadar, subir no trepa-trepa, ir no escorregador, no balanço... O médico disse que ela pode ter uma vida normal, como toda criança.

  -------------------------------Fim da cena 8----------------------------


CENA IX -  A Cura, a Festa  
(Música 9 – “O Dodói Sumiu”)


CORO DOS AMIGOS DA GIGI
, MÚSICOS E ATORES:

“O dodoi da Gigi, pra onde foi?

O dodoi da Gigi, que aconteceu?

O dodoi da Gigi, sumiu, sumiu, sumiu,

sumiu de um jeito que ninguém mais viu

E agora ela pula, corre e dança

E agora ela canta, berra e grita,

E aquele dodoi sumiu, sumiu, sumiu

Sumiu de um jeito que ninguém mais viu

Se rala o dedo, não tem mais medo

Se vai pro hospital, acha normal

E aquele dodoi sumiu, sumiu, sumiu,

Sumiu de um jeito que ninguém mais viu”

(No palco, escorregador, trepa-trepa e outros brinquedos. A Gigi convida as crianças da plateia a brincar e cantar com ela no palco).

FIM 

Diretor Geral
Guto Maia 
maiagutomaia@gmail.com
55 (11) 33134337
55 (11) 993784603.
O Dodói da Gigi - peça musical: http://doisdobrasil.com/gigi.php
Facebook Guto:www.facebook.com/guto.maia
Site: http://www.doisdobrasil.com/inclusao.php



“O DODÓI DA GIGI”, peça musical infanto-juvenil 
Tudo sobre a peça: http://goo.gl/wfmxoQ

 MÚSICAS DA PEÇA: https://goo.gl/vNXEJ6


Apresentam:
"O DODÓI DA GIGI"
Para crianças de "10 anos" de todas as idades
Desmistificando os medos das doenças, hospitais e outros "ais"..

Espetáculo infanto-juvenil com trilha musical alegre e empolgante, que busca de maneira lúdica, fazer com que crianças e adultos possam encarar situações de tratamento de saúde de maneira mais tranquila.

 De: Francisco Alves  |  Direção Geral: Guto Maia  |  Músicas: Renato Lemos

Elenco: Suia Legaspe, Luci Savassa, Paulo Pompéia, Rafael Souza, Cris Cais, Jorge Yoo, Guto Maia. 
Contra-regra: Isabela DelambertIluminação/som: Rodrigo Victor.
  

O Dodói da Gigi, em outrubro!!!

Dodói da Gigi

 

PRÓXIMAS APRESENTAÇÕES:
Dia 19/10, DUAS SESSÕES: 10 hs e 14 hs
Biblioteca Biblioteca Pública Álvares de Azevedo
Praça Joaquim José da Nova, S/n - Vila Maria, São Paulo - SP 
Fone: (11) 2954-2813
COMO CHEGAR: https://goo.gl/Uc5Jhq

Dia 21/10, 10h30, sexta
Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato
Rua General Jardim, 485
Vila Buarque - 01223-011 - São Paulo, SP
COMO CHEGAR: http://bit.ly/28VkYi9 

#ododoidagigi#dodoidagigi#bibliotecahanschristianandersen #bibliotecaalvaresdeazevedo #bibliotecamonteirolobato
#franciscoalves #gutomaia #renatolemos #suialegaspe #paulopompeia #rafaelsouza #criscais #jorgeyoo #rodrigovictor #isabeladelambert
#graac #teatrocarloszara #ceubutanta #teatrozanoniferrite #secretariadeeducaodefrancodarocha #bibliotecanarbalfontes #bibliotecasaopaulo #bibliotecaparquevillalobos

Realização:


Co-Produção


Uma empresa associada ACSP 

 
 

Conheça Samba-Enredo da Inclusção 2017:


Bloco "LOUCOS PELO NEED"

Vem ai!

Aguardem!!!